Tricotando Minha História com Luciana Borges

FacebookTwitterPinterestGoogle+WhatsApp

O “Tricotando Minha História” de hoje é com a Luciana, uma mulher que transmite simpatia em cada palavra de sua história!

Fiquem a vontade para ler, comentar, se inspirar e tricotar!!!

Obs: não iremos alterar nada no conteúdo enviado, nossa intenção é deixar o mais original possível, assim sentimos mais a energia compartilhada!

photo_luciana_borges
Nome: Luciana Borges
Idade: 48 anos
Profissão: Professora de Matemática

“Meu nome é Luciana Borges, tenho 48 anos, sou professora de matemática e apaixonada por tricô, que aprendi com a minha mãe, quando tinha doze anos.

Naquela época, no calor do nordeste e por não ser tradição na região, utilizei os pontinhos “direito e avesso” pra fazer uma capa vermelha para uma de minhas bonecas e fiquei nisso.

Já casada, mudei das ladeiras de Olinda, para Joinville, a cidade catarinense mais florida que conheço, com as quatro estações bem definidas e lá, pude finalmente usar e abusar dos pontinhos que a minha mãe me ensinou.

Inicialmente, eram cachecóis e gorros, sempre com o mesmo fio, pra fazer aquela dupla infalível e prática que toda professora gosta. Mas, foi em 1997, numa fase de indecisões pessoais, crise existencial, sabe? que me veio um desafio: tecer a minha primeira blusa!

Com fio acrílico mais famoso do mercado, teci cada ponto meia no direito e tricô no avesso! E desmanchei aquele decote trocentas vezes, até ficar perfeito! Tive a ajuda da amiga Judite, paciente que só ela, pra me dar as dicas de um decote bem feito.

Aquela blusa de listras coloridas na frente, com certeza, seria a única… E foi!

quote_luciana_borgesDepois, com a gravidez anunciada da primeira e única filha, vieram os casaquinhos mais lindos do mundo a até as lembrancinhas de maternidade, que foram mini-sapatinhos tecidos também em tricô, claro!
E não parei mais: já foram ponchos, meias, pantufas, paninhos pra pia, pega panelas…

A filha, muito mais avançada, teceu sua primeira blusa aos 15 anos, mas disse que só vai fazer outra depois da faculdade, rsrsrsrs…

Tenho sacolas espalhadas pela casa toda, com projetos começados, pois nunca faço só uma coisa:  fico entediada muito facilmente! Coisas de libriana, eu acho!

Àquela primeira blusa? Foi para a Alemanha, pois dei para uma amiga que adorava a blusa e como eu jamais faria outra…

trico_luciana_borgesRecentemente, encontrei nos meus armários, alguns novelos do extinto fio soft mix, da círculo e teci esta neste amarelo ouro que adoro, afinal, fazer a sua própria roupa, na estação mais aconchegante do ano, não tem preço!

Sempre que encontro alguém com vontade de aprender tricô eu ensino e costumo ver muitos sorrisos ao término de pequenos projetos.

Minha filha já aprendeu e isso me deixa imensamente feliz, pois são estes pontinhos que foram plantados agora que ressurgirão tão fortes como um carvalho naquele momento tão íntimo e pessoal em que ela mais precisar.

Bons tricôs!”

Mais uma bela história compartilhada, de puro amor e tricô!
Gratidão Luciana e parabéns pelo talento! <3

E se você também gostou e quiser compartilhar sua história é só enviar um email para:contato@tricopassoapasso.com.br

Tricotando Minha Históriaserá postado toda quarta-feira, aqui no nosso site e nas redes sociais do Tricô Passo a Passo.

Grande abraço Tricoteiras :)

FacebookTwitterPinterestGoogle+WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.